Categories

AOAV: all our reportsExplosive Violence Monitor report translationsPortuguês 🇵🇹🇧🇷

Censo de Violência Explosiva em 2019

Resultados Principais

Resumo

• Quando foram usadas armas explosivas em áreas povoadas, 90% das pessoas mortas e feridas eram civis. Isso se compara a 16% em outras áreas.

• No total, 17.910 civis foram mortos e feridos em áreas povoadas.

• AOAV registrou 29485 mortes e ferimentos por causa das armas explosivas em 3.816 incidentes durante 2019. Destes, 19.401 eram civis – 66%.

• No total, 13.169 pessoas foram mortas (das quais 6.476 eram civis) e 16.316 ficaram feridas (das quais 12.925 eram civis) por causa das armas explosivas a nível global.

• Mortes civis e feridos em áreas povoadas representaram 92% de todos os ferimentos y mortes reportadas dos civis.

• As mortes e ferimentos civis causados pela violência explosiva reduziu 13% em 2019, em comparação com 2018. Significa que este é o terço ano consecutivo em que o AOAV registrou uma redução nas baixas civis por causa da violência explosiva globalmente.

• Armas explosivas manufaturadas na fábrica causaram pelo menos 9.811 vítimas civis (52%)

• Dispositivos explosivos improvisados (IEDs) causaram pelo menos 9.089 vítimas civis (48%).

• Outras 501 vítimas civis foram causadas por incidentes usando vários tipos de métodos de lançamento.

• Os IEDs foram responsáveis ​​por pelo menos 47% de todas as vítimas civis de violência explosiva em 2019. Armas explosivas de lançamento aéreo foram responsáveis ​​por 28% de todas as mortes e ferimentos de civis. Armas explosivas lançadas do terreno foram responsáveis ​​por 20%. Os restantes 4% foram causados ​​por incidentes que utilizaram múltiplos tipos de armas explosivas (3%), minas (1%), explosivos lançados navais (<1%) e aqueles registados com um método de lançamento desconhecido (<1%).

Síria, Afeganistão, Iêmen, Somália e Líbia registraram o maior número de mortes e ferimentos de civis em 2019, com 7.256, 4.630, 1.345, 950 e 906 vítimas civis, respectivamente.

• Apesar da redução nas mortes e ferimentos, a Síria registrou mais de 8.774 mortes e ferimentos somente por causa da violência explosiva em 2019 de acordo com AOAV – 83% eram civis.

• Alguns dos países mais afetados tiveram um aumento significativo nas mortes e ferimentos de civis como resultado de armas explosivas em comparação com o ano anterior: Afeganistão, Somália, Líbia e Sri Lanka.

Oito países e territórios registraram mais de 500 mortes e ferimentos de civis em 2019.

• Incidentes de violência explosiva que causaram vítimas foram registrados em 60 países e territórios a nível global; menos quatro locais do que em 2018.

By Emma Simons